sábado, 30 de junho de 2012

Meu jeito

As vezes me pego andando
Sem rumo ao seu encontro
E o tempo que foi tão pouco
em nada mudou meus sonhos

Estranho viver assim
Com a lua no meu jardim
Falando num tal silêncio
Que teima não ter mais fim

Parece apreciar a seiva
Daquele beijo ao olhar
Paralisando meus passos
Levando a alma à dançar

Assim que resgato a vida
Num lindo amanhecer
lembrando suas melodias
O meu jeito de viver

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Viver é apaixonante né Desreflexivo!
    Grata pela visita!!

    ResponderExcluir